Carga de trabalho de enfermagem em pronto-socorro geral: proposta metodológica Report as inadecuate




Carga de trabalho de enfermagem em pronto-socorro geral: proposta metodológica - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Raquel Rapone Gaidzinski ; Fernanda Maria Togeiro Fugulin ;Revista Latino-Americana de Enfermagem 2013, 21

Author: Ana Cristina Rossetti

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281425764028


Teaser



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Rossetti, Ana Cristina; Rapone Gaidzinski, Raquel; Togeiro Fugulin, Fernanda Maria Carga de trabalho de enfermagem em pronto-socorro geral: proposta metodológica Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
21, enero-febrero, 2013, pp.
1-8 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281425764028 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Rev.
Latino-Am.
Enfermagem Artigo Original 21(Spec):[08 telas] jan.-fev.
2013 www.eerp.usp.br-rlae Carga de trabalho de enfermagem em pronto-socorro geral: proposta metodológica Ana Cristina Rossetti1 Raquel Rapone Gaidzinski2 Fernanda Maria Togeiro Fugulin3 Objetivo: neste estudo o objetivo foi propor metodologia para identificar a carga de trabalho de enfermagem em pronto-socorro (PS).
Métodos: trata-se de pesquisa metodológica, realizada em PS de hospital geral público, no município de São Paulo, nas áreas: triagem de risco, salas de choque, emergência, sutura, medicação-procedimentos de pacientes adultos e pediátricos e observação de pacientes adultos e pediátricos, utilizando-se diferentes estratégias e instrumentos. Pela característica da coleta de dados, obtiveram-se amostras distintas em cada uma das áreas. Resultados: a carga média diária de trabalho, em horas, correspondeu à triagem de classificação de risco 48, choque 30,9, emergência 170,6,observação de pacientes adultos 293,6, observação de pacientes pediátricos 108,7, medicação-procedimentos de pacientes adultos 175,5, medicação- procedimentos de pacientes pediátricos 60,4 e sutura 7,9.
Conclusão: os instrumentos utilizados par...





Related documents