O cotidiano de enfermeiras e enfermeiros: relações de gênero, a partir do tempo no hospital Report as inadecuate




O cotidiano de enfermeiras e enfermeiros: relações de gênero, a partir do tempo no hospital - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Revista Latino-Americana de Enfermagem 2015, 23 5

Author: Audrey Vidal Pereira

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281442225022


Teaser



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Vidal Pereira, Audrey O cotidiano de enfermeiras e enfermeiros: relações de gênero, a partir do tempo no hospital Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
23, núm.
5, septiembre-octubre, 2015, pp. 945-953 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281442225022 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 945 Artigo Original Rev.
Latino-Am.
Enfermagem set.-out.
2015;23(5):945-53 DOI: 10.1590-0104-1169.0485.2635 www.eerp.usp.br-rlae O cotidiano de enfermeiras e enfermeiros: relações de gênero, a partir do tempo no hospital1 Audrey Vidal Pereira2 Objetivo: analisar os tempos da vida cotidiana de enfermeiras e enfermeiros, através da divisão sexual do trabalho e das relações de interdependência, a partir do tempo no hospital.
Método: estudo quantiqualitativo, embasado em pesquisas de Usos do Tempo e na Teoria da Configuração de Interdependências de Norbert Elias.
Registro da distribuição dos tempos diários, realizado por 42 participantes, com autoconfrontação, por meio de entrevistas que suscitavam diálogos sobre os aspectos subjetivos das experiências cotidianas relacionadas aos usos do tempo, a partir do trabalho num hospital universitário.
O aporte teórico que fundamentou a análise dos dados foi embasado em conceitos de conflitos de interesses, disputas de poder, divisão sexual do trabalho, monocronia e policronia.
Resultados: os registros dos tempos permitiram observar diferenças entre os grupos estudados, sendo úteis para identificação de conflitos, tensões, disputas de poder e desigualdades de gênero nas relações cotid...





Related documents