L-arginina aumenta a produção endotelial de óxido nítrico e reduz a pressão arterial de repouso sem alterar as respostas pressóricas do exercício Report as inadecuate




L-arginina aumenta a produção endotelial de óxido nítrico e reduz a pressão arterial de repouso sem alterar as respostas pressóricas do exercício - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

A.S. Silva ; N.F. Alves ; S.K. Porpino ; A.E. Almeida ; R.T. Lima ;Motricidade 2012, 8 3

Author: J.M. Lima

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=273024354003


Teaser



Motricidade ISSN: 1646-107X motricidade.hmf@gmail.com Desafio Singular - Unipessoal, Lda Portugal Lima, J.M.; Silva, A.S.; Alves, N.F.; Porpino, S.K.; Almeida, A.E.; Lima, R.T. L-arginina aumenta a produção endotelial de óxido nítrico e reduz a pressão arterial de repouso sem alterar as respostas pressóricas do exercício Motricidade, vol.
8, núm.
3, 2012, pp.
19-29 Desafio Singular - Unipessoal, Lda Vila Real, Portugal Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=273024354003 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Motricidade 2012, vol.
8, n.
3, pp.
19-29 © FTCD-FIP-MOC doi: 10.6063-motricidade.8(3).1153 L-arginina aumenta a produção endotelial de óxido nítrico e reduz a pressão arterial de repouso sem alterar as respostas pressóricas do exercício L-arginine increases endothelial nitric oxide production and reduces blood pressure of rest without changing the exercise pressor response J.M.
Lima, A.S.
Silva, N.F.
Alves, S.K.
Porpino, A.E.
Almeida, R.T.
Lima ARTIGO ORIGINAL | ORIGINAL ARTICLE RESUMO A suplementação de L-arginina tem sido proposta para melhorar a função endotelial.
Testou-se a hipótese de que a L-arginina melhora também a hipotensão pós-exercício (HPE) em hipertensos.
Hipertensas fisicamente ativas foram distribuídas em grupo suplementado (SUP) (N = 10, 50 ± 1.8 anos) e placebo (PLA) (N = 10, 51.5 ± 1.6 anos).
Elas realizaram duas sessões de caminhada em intensidade moderada com intervalo de 32 dias entre as sessões.
Coletas sanguíneas e pressão arterial foram medidas pré e pós exercícios.
No período entre as sessões, permaneceram fisicamente ativas e receberam 6gr diárias de L-arginina ou placebo.
PLA não apresentou alteração na concentração sérica ...





Related documents