Desafios e imperativos de liderança na cooperação com a organização mundial da saúde Report as inadecuate




Desafios e imperativos de liderança na cooperação com a organização mundial da saúde - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Revista Brasileira de Enfermagem 2016, 69 2

Author: Isabel Amélia Costa Mendes

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=267045808001


Teaser



Revista Brasileira de Enfermagem E-ISSN: 1984-0446 reben@abennacional.org.br Associação Brasileira de Enfermagem Brasil Costa Mendes, Isabel Amélia Desafios e imperativos de liderança na cooperação com a Organização Mundial da Saúde Revista Brasileira de Enfermagem, vol.
69, núm.
2, marzo-abril, 2016, pp.
207-208 Associação Brasileira de Enfermagem Brasília, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=267045808001 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto EDITORIAL Desafios e imperativos de liderança na cooperação com a Organização Mundial da Saúde Isabel Amélia Costa MendesI I Universidade de São Paulo, Professora Titular da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto.
Organização Pan-Americana de Saúde-Organização Mundial de Saúde, Centro Colaborador para o Desenvolvimento da Pesquisa em Enfermagem.
São Paulo-SP, Brasil. Como citar este artigo: Mendes IAC.
Challenges and leadership imperatives in cooperation with the World Health Organization. Rev Bras Enferm [Internet].
2016;69(2):192-3.
DOI: http:--dx.doi.org-10.1590-0034-7167.2016690201i Quando uma instituição promove inovações estratégicas, é colocado em curso o rompimento com a tradição, provocando mudanças e, por consequência, alterando as expectativas e as perspectivas tanto dos seus clientes internos, quanto dos seus clientes externos. Os motores das inovações adotadas são acionados por uma visão ampliada dos fins da organização, alargando suas fronteiras em termos de amplitude e profundidade, o que pressupõe a valorização da diversidade, da criatividade, da liberdade e do compromisso social.
Para cada célula da organização, prevê-se uma produtividade diferenciada daquela antes limitada aos objet...





Related documents