Conhecendo alguns modelos mentais infantis sobre filariose linfática Report as inadecuate




Conhecendo alguns modelos mentais infantis sobre filariose linfática - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Francimar Martins Teixeira ;Ciência & Educação Bauru 2007, 13 3

Author: Micheline Barbosa da Motta

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Ciência & Educação (Bauru) ISSN: 1516-7313 revista@fc.unesp.br Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Brasil Barbosa da Motta, Micheline; Martins Teixeira, Francimar Conhecendo alguns modelos mentais infantis sobre Filariose Linfática Ciência & Educação (Bauru), vol.
13, núm.
3, diciembre, 2007, pp.
323-336 Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=251019507004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto CONHECENDO ALGUNS MODELOS MENTAIS INFANTIS SOBRE FILARIOSE LINFÁTICA Exploring some mental models of children about Bancroftian filariasis Micheline Barbosa da Motta1 Francimar Martins Teixeira2 Resumo: A Filariose linfática é uma parasitose endêmica em Pernambuco desde 1918, com focos persistentes e em expansão na Região Metropolitana do Recife, tornando-se um desafio premente a ser encarado tanto pelas autoridades de saúde pública, como pela população e escolas de áreas de risco.
Como subsídio para o planejamento de estratégias pedagógicas que estimulem os alunos a vivenciarem medidas preventivas para controle da doença, identificamos modelos mentais de cinqüenta alunos (nove-dez anos), residentes em áreas endêmicas da região metropolitana.
Os resultados indicaram que as crianças: (a) acreditam que a filariose é evitável, tratável, causada por fator externo, e que o cumprimento das recomendações médicas é fundamental para o sucesso do tratamento; (b) têm dificuldades em identificar os sintomas e as etapas do processo de adoecimento; (c) apóiam seus modelos no que podem observar, o que possibilita a estruturação de ações pedagógicas que simulem, na escola, situações reais viv...





Related documents