Reseña de -um olhar a mais: ver e ser visto na psicanálise- de antônio quinet Report as inadecuate




Reseña de -um olhar a mais: ver e ser visto na psicanálise- de antônio quinet - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental 2002, V 4

Author: Ana Cristina Figueiredo

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental ISSN: 1415-4714 psicopatologiafundamental@uol.com.br Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental Brasil Figueiredo, Ana Cristina Reseña de -Um olhar a mais: ver e ser visto na psicanálise- de Antônio Quinet Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental, vol.
V, núm.
4, diciembre, 2002, pp.
157-160 Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=233018122014 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto RESENHA DE LIVROS an o V, n.
4, dez- 2 0 02 Rev.
Latinoam.
Psicopat.
Fund., V, 4, 157-160 Um olhar a mais: ver e ser visto na psicanálise Antônio Quinet Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002 Da psicanálise à psiquiatria: a propósito de um método Ana Cristina Figueiredo Ao dirigir um primeiro olhar ao livro de Antônio Quinet Um olhar a mais: ver e ser visto na psicanálise, diante de uma variedade de assuntos subsumidos ao tema do “olhar”, fui capturada pelo capítulo que se intitula “Delírio da observação”.
Em meu percurso na psicanálise, atuando no campo da psiquiatria, não pude deixar de ver o que ali se apresentava: um método, clínico sem dúvida, mas cujo alcance era bem maior.
Ali estava um método que vai no caminho inverso ao da história, faz o retorno da psicanálise à psiquiatria por meio de um novo olhar, uma releitura, não para reduzir a psicanálise a uma clínica das espécies, mas sim para retomar a psiquiatria na direção da psicanálise. A primeira revelação que esse capítulo traz é que foi Meynert, psiquiatra de tendência organicista, mestre de Freud em seus anos de laboratório, quem cunhou o term...





Related documents