Equilibração e tomada de consciência: análise do jogo cara a cara Report as inadecuate




Equilibração e tomada de consciência: análise do jogo cara a cara - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Antonio Carlos Ortega ; Sávio Silveira de Queiroz ;Arquivos Brasileiros de Psicologia 2010, 62 3

Author: Claudimara Chisté Santos

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Arquivos Brasileiros de Psicologia ISSN: 0100-8692 arquivosbrap@psicologia.ufrj.br Universidade Federal do Rio de Janeiro Brasil Chisté Santos, Claudimara; Ortega, Antonio Carlos; Silveira de Queiroz, Sávio Equilibração e tomada de consciência: análise do jogo Cara a Cara Arquivos Brasileiros de Psicologia, vol.
62, núm.
3, 2010, pp.
2-12 Universidade Federal do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=229017545002 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ARTIGOS Equilibração e tomada de consciência: análise do jogo Cara a Cara Equilibration and grasp of consciousness: an analysis of the game “Guess Who?” Claudimara Chisté SantosI; Antonio Carlos OrtegaII; Sávio Silveira de QueirozIII I Doutoranda.
Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Universidade Federal do Espírito Santo. (UFES).
Vitória.
Espírito Santo.
Brasil. II Docente.
Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Universidade Federal do Espírito Santo.
(UFES). Vitória.
Espírito Santo.
Brasil. III Docente.
Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Universidade Federal do Espírito Santo.
(UFES). Vitória.
Espírito Santo.
Brasil. Endereço para correspondência RESUMO O objetivo deste estudo é demonstrar teoricamente a viabilidade da utilização do jogo Cara a Cara para o estudo dos seguintes processos de desenvolvimento: equilibração e tomada de consciência, próprios do referencial piagetiano.
O processo de construção do conhecimento passa, inclusive, pela interação sujeito-objeto e observáveis-coordenações, que são pares dialéticos envolvidos na adaptação do sujeito ao meio.
Ao ter suas estruturas cognitivas desequilibradas, o sujeito precisa tentar compreender...





Related documents