Memoria sobre a abolição do commercio da escravaturaReport as inadecuate




Memoria sobre a abolição do commercio da escravatura - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Condena o emprego do trabalho do escravo negro, embora reconhecendo sua importância econômica. Apesar de manifestar tal condenação, não sugere a abolição imediata, limitando-se a propor uma racionalização da exploração dos escravos, a ser viabilizada pelo Estado por meio de uma legislação específica, que promoveria o fim gradual da escravidão. Trata sobre as leis africanas, que faziam lícito o comércio de escravos. Discute os prejuizos causados ao Brasil por uma interrupção repentina desse comércio, incluindo a diminuição dos direitos das alfândegas, o enfraquecimento da agricultura e da indústria . Propõe um meio de extinguir a escravidão sem gerar prejuízos e a substituição dessa mão-de-obra escrava.

Publicador : Rio de Janeiro : Typ. Imparcial de F. de Paula Brito

Data de publicação : 1837

Descrição física : 46 p. ; 21 cm.

Assuntos : Tráfico de escravos (1549-1850), Brasil | Escravidão no Brasil (1539-1888), aspectos econômicos | Trabalho escravo, Brasil, Século XIX

Endereço para citar este documento : http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/174453

Notas:

 Inclui notas explicativas.

 Blake, Sacramento. Diccionario bibliographico brazileiro. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1883-1902. v. 2, p. 191.

 



Author: Barreto, Domingos Alves Branco Moniz, m. 1831 -

Source: http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/174453







Related documents