Cinema e geografia: em busca de aproximações Report as inadecuate




Cinema e geografia: em busca de aproximações - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Cláudio Benito Oliveira Ferraz ;Espaço Plural 2007, VIII 16

Author: Alexandre Aldo Neves

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=445944358011


Teaser



Espaço Plural ISSN: 1518-4196 espacoplural@yahoo.com.br Universidade Estadual do Oeste do Paraná Brasil Neves, Alexandre Aldo; Oliveira Ferraz, Cláudio Benito Cinema e geografia: em busca de aproximações Espaço Plural, vol.
VIII, núm.
16, enero-junio, 2007, pp.
75-78 Universidade Estadual do Oeste do Paraná Marechal Cândido Rondon, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=445944358011 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto P rimeiros passos Cinema e geografia: em busca de aproximações* Alexandre Aldo Neves* * Cláudio Benito Oliveira Ferraz* * * INTRODUÇÃO A primeira exibição pública de Cinema ocorreu em 28 de dezembro de 1895, no salão indiano do Grand Café, o charmoso bulevar dos capuchinos em Paris, os poucos espectadores presentes, convidados pelos irmãos Lumière1 , assistiram a um extraordinário espetáculo.
Sobre uma pequena tela, uma fotografia recém-projetada, de repente ganha vida.
Carros, cavalos, pedestres começam a andar; toda a vida cotidiana salta aos olhos daqueles espectadores que, perplexos e maravilhados com o invento, presenciavam o nascimento de uma nova arte e indústria.
As imagens na tela eram em preto e branco e não produziam ruídos, mas encantavam assim mesmo e apontavam para novas formas de percepções e leituras que iriam repercutir profundamente no imaginário e na vida da sociedade contemporânea . Aquela nova invenção deve muito de seu sucesso a um aspecto fundamental de sua expressão, ou seja, o caráter de passar a idéia de realidade através de imagens em movimento.
É justamente este o legado deixado: a ilusão.
Parecia verdadeiro, mas não era.
Essa ilusão de realidade, que se chama “impressão de realidade” é a base de muito d...





Related documents