Maturação fisiológica de sementes de ingazeiro inga striata benth Report as inadecuate




Maturação fisiológica de sementes de ingazeiro inga striata benth - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Kelina Bernardo Silva ; Riselane de Lucena Alcântara Bruno ; Leonardo Pessoa Felix ; Sebastião Medeiros Filho ; Edna Ursulino Alves ;Semina: Ciências Agrárias 2013, 34 2

Author: Marlene Feliciano Mata

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=445744120008


Teaser



Semina: Ciências Agrárias ISSN: 1676-546X semina.agrarias@uel.br Universidade Estadual de Londrina Brasil Feliciano Mata, Marlene; Bernardo Silva, Kelina; Alcântara Bruno, Riselane de Lucena; Pessoa Felix, Leonardo; Medeiros Filho, Sebastião; Ursulino Alves, Edna Maturação fisiológica de sementes de ingazeiro (Inga striata) Benth Semina: Ciências Agrárias, vol.
34, núm.
2, marzo-abril, 2013, pp.
549-565 Universidade Estadual de Londrina Londrina, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=445744120008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.5433-1679-0359.2013v34n2p549 Maturação siológica de sementes de ingazeiro (Inga striata) Benth Physiological maturity of ingazeiro Inga striata Benth.
Seeds Marlene Feliciano Mata1*; Kelina Bernardo Silva2; Riselane de Lucena Alcântara Bruno3; Leonardo Pessoa Felix3; Sebastião Medeiros Filho4; Edna Ursulino Alves3 Resumo Inga striata Bent., ppuarmente cnecida cm ingazeir, é uma frutífera nativa das restas tropicais e matas ciliares da Amazônia, Nordeste e Minas Gerais.
É utilizada na recuperação de solos de áreas degradadas e na arborização urbana e rural.
O objetivo do trabalho foi determinar os índices mais adequados para avaliação da maturidade e o ponto ideal de colheita das sementes de I.
striata Benth.
As árvores de I.
striata estavam em resta de brej de atitude n Campus II da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em Areia-PB.
As avaliações da maturação das sementes foram realizadas em seis épocas de colheitas de frutos após a antese (95, 110, 125, 140, 155 e 170 DAA) e em dois anos de observações consecutivos (duas safras).
O delineamento utilizado foi o inteiramente casual...





Related documents