O estado que queremos e a saúde dentro dele Report as inadecuate




O estado que queremos e a saúde dentro dele - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Saúde em Debate 2010, 34 87

Author: José da Rocha Carvalheiro

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=406341768005


Teaser



Saúde em Debate ISSN: 0103-1104 revista@saudeemdebate.org.br Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Brasil da Rocha Carvalheiro, José O Estado que queremos e a saúde dentro dele Saúde em Debate, vol.
34, núm.
87, octubre-diciembre, 2010, pp.
637-643 Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=406341768005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DEBATEOORES I DISCUSSAN1S o Estado que queremos e a saúde dentro dele The Stflte we WaJlt flJld the health withiJl it José da Rocha Carvalheira I , Médiooc lrotr.or rirulnde mooicin. wci.
l d:i FMR1-US!; Sócio do CEIlI!5; Foi 1r :1idcnlC d:i ABRAS :O (ZOO(;-ZOO9). jrcarwJ@lioaw;.br remissa: Comentar o trabalho de Nelson Rodrigues dos Santos -O P Est:ldo que temos e os rumos que queremos.
Contribuiç;ío p:lr:I po~ sicionamemo com os novos governos: federal e esmduais- é missão espinhos:l.
Em primeiro lugar, pelo respeito :10 intelccm:ll, :ldnliraç;ío pelo gestor e Clmaradagem de uma longa amizade que se estende por mais de cinco décadas. Contexto: Em segundo lugar, pelo momento crítico por que passa o SUS e pela expectativa favorável com a designaç:io das novas equipes ges~ toras do Ministério da Saúde e das Secretarias de Estado.
Quem sabe dizer quem somos os que queremos? Taref:l: Em terceiro, o texto :lv:mça por terrenos que o Autor tem palmilhado por anos a fio e submetido a uma espécie de rede social de amigos do Nels:ío.
Um:l :lnálise que foi sofrendo seguidas atu:llizaçóes que reAeriram o lusrro de sua reAexáo e as circunstâncias em perene mudança. Abordagem: Por derradeiro, que caminhos me disponho a percor~ rer.
Sem nenhuma dúvida, o que se esper...





Related documents