A formalização da derrota: sobre -eles- e -a voz do morto-, de caetano veloso Report as inadecuate




A formalização da derrota: sobre -eles- e -a voz do morto-, de caetano veloso - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Revista do Instituto de Estudos Brasileiros 2015, 61

Author: Daniela Vieira dos Santos

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=405641536004


Teaser



Revista do Instituto de Estudos Brasileiros ISSN: 0020-3874 revistaieb@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Vieira dos Santos, Daniela A formalização da derrota: sobre “Eles” e “A voz do morto”, de Caetano Veloso Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, núm.
61, agosto, 2015, pp.
56-81 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=405641536004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto A formalização da derrota: sobre “Eles” e “A voz do morto”, de Caetano Veloso [  The Formalization of defeat: about “Eles” and “A Voz do Morto”, by Caetano Veloso Daniela Vieira dos Santos1 resumo  Mediante o exame de duas canções de Caetano Veloso de fins da década de 1960 — “Eles” (1968) e “A voz do morto” (1968) —, pretendo compreender como elas revelam o luto aos preceitos caros à esquerda e à política cultural vinculada ao nacional-popular.
Por fim, na descrição da crítica de Roberto Schwarz ao tropicalismo e a Caetano Veloso, demonstro como as questões percebidas pelo crítico dialético — por meio da análise do livro de memórias de Caetano Veloso — já estavam expressas no cancioneiro do artista em fins dos anos 1960  •  palavras-chave  Caetano Veloso, luto, nacional-popular, internacional-popular.  •  abstract By examining two songs by Caetano Veloso in the end of the 1960s, “Eles” (1968) and “A voz do morto” (1968), I intend to understand how these songs express the mourning of relevant precepts of the left wing and the cultural policy linked to the national popular.
Finally, in describing the criticism of Roberto Schwarz toward the tropicalismo and Caetano Veloso, I aim for demonstrating ...





Related documents