Estudo da produção científica da revista psico-usf de 2007 a 2011 Report as inadecuate




Estudo da produção científica da revista psico-usf de 2007 a 2011 - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Thatiana Helena de Lima ; Robisom Carlos de Lima ;Psico-USF 2011, 16 3

Author: Lariana Paula Pinto

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=401036087014


Teaser



Psico-USF ISSN: 1413-8271 revistapsico@usf.edu.br Universidade São Francisco Brasil Pinto, Lariana Paula; de Lima, Thatiana Helena; de Lima, Robisom Carlos Estudo da produção científica da revista Psico-USF de 2007 a 2011 Psico-USF, vol.
16, núm.
3, diciembre, 2011, pp.
383-390 Universidade São Francisco São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=401036087014 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Psico-USF, v.
16, n.
3, p.
383-390, set.-dez.
2011 383 Estudo da produção científica da revista Psico-USF de 2007 a 2011 Lariana Paula Pinto1 – Universidade São Francisco, Itatiba, Brasil Thatiana Helena de Lima – Universidade São Francisco, Itatiba, Brasil Robisom Carlos de Lima – Universidade São Francisco, Itatiba, Brasil Resumo O presente estudo investigou a produção científica da revista Psico-USF, entre os anos de 2007 a 2011.
Foram utilizados 12 volumes, dos quais 155 artigos foram analisados com base nos seguintes critérios: quantidade de artigos publicados por número da revista, região em que prevaleceram as pesquisas, natureza da autoria, gênero dos autores, referências utilizadas na fundamentação dos artigos publicados, distribuição por tema de estudo e por tipo de trabalho, bem como por tipo de material utilizado nas pesquisas de campo, e as referências utilizadas.
Os dados evidenciaram a manutenção da média de artigos publicados por número, dando destaque, entretanto, para o acréscimo de um terceiro número de publicação ao ano.
Observou-se que o relato de pesquisa foi a forma mais utilizada e a região sudeste, a que mais publicou nesse período.
Houve ainda a predominância da autoria múltipla e feminina e, quanto às temáticas, a maioria d...





Related documents