Teorias e práticas no campo do acompanhamento terapêutico Report as inadecuate




Teorias e práticas no campo do acompanhamento terapêutico - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Psico-USF 2012, 17 2

Author: Ítor Finotelli Júnior

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=401036090018


Teaser



Psico-USF ISSN: 1413-8271 revistapsico@usf.edu.br Universidade São Francisco Brasil Finotelli Júnior, Ítor Teorias e práticas no campo do acompanhamento terapêutico Psico-USF, vol.
17, núm.
2, agosto, 2012, pp.
335-337 Universidade São Francisco São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=401036090018 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Psico-USF, Bragança Paulista, v.
17, n.
2, p.
335-337, mai.-ago.
2012 335 Teorias e práticas no campo do acompanhamento terapêutico Ítor Finotelli Júnior – Universidade São Francisco, Itatiba, São Paulo, Brasil Antúnez, A.
E.
A.
(2011).
Acompanhamento terapêutico: casos clínicos e teorias.
São Paulo: Casa do Psicólogo. O acompanhamento terapêutico (AT) trata-se de uma modalidade de atendimento psicológico em que o local do trabalho é justamente o contexto do paciente. Certamente que inserido nesse contexto, o acompanhante terapêutico (profissional) atua de maneira diferenciada em diversos aspectos.
Nessa direção, o livro, organizado por Andrés Eduardo Aguirre Antúnez, denominado “Acompanhamento terapêutico: casos clínicos e teorias” apresenta esse campo de difícil definição, tamanha sua diversidade e amplitude.
Essa indefinição, segundo Luciana ChauíBerlinck, está presente na maior parte dos aspectos dessa atividade; por outro lado, ela esclarece que a publicação desse livro, apresenta uma série de possibilidades, parâmetros e reflexões acerca dos acompanhantes terapêuticos, pacientes, teorias e aspectos éticos dessa atuação. A obra foi organizada em quinze capítulos escritos por especialista da área de AT de diferentes formações clínicas.
Sua leitura é recomendada para os interessados por esse ca...





Related documents