Bioética em reprodução humana assistida: influência dos fatores sócio-econômico-culturais sobre a formulação das legislações e guias de referência no brasil e em outras nações Report as inadecuate




Bioética em reprodução humana assistida: influência dos fatores sócio-econômico-culturais sobre a formulação das legislações e guias de referência no brasil e em outras nações - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Rodrigo Arruda de Holanda Henriques ;PhysisRevista de Saúde Coletiva 2014, 24 1

Author: Tatiana Henriques Leite

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=400834033003


Teaser



Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Sistema de Información Científica Henriques Leite, Tatiana; Arruda de Holanda Henriques, Rodrigo Bioética em reprodução humana assistida: influência dos fatores sócio-econômico-culturais sobre a formulação das legislações e guias de referência no Brasil e em outras nações Physis - Revista de Saúde Coletiva, vol.
24, núm.
1, enero-marzo, 2014, pp.
31-47 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=400834033003 Physis - Revista de Saúde Coletiva, ISSN (Versão impressa): 0103-7331 publicacoes@ims.uerj.br Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Como citar este artigo Número completo Mais informações do artigo Site da revista www.redalyc.org Projeto acadêmico não lucrativo, desenvolvido pela iniciativa Acesso Aberto Bioética em reprodução humana assistida: influência dos fatores sócio-econômicoculturais sobre a formulação das legislações e guias de referência no Brasil e em outras nações | 1 Tatiana Henriques Leite, 2 Rodrigo Arruda de Holanda Henriques | Resumo: Em 1978 nasceu oprimeiro bebê gerado por fertilização in vitro (FIV).
A partir de então, as técnicas de reprodução assistida (TRA) começaram a se desenvolver e se transformar em uma realidade clínica no tratamento da infertilidade.
No entanto, a reprodução assistida fez surgir grandes polêmicas de caráter moral e ético.
Devido a essas divergências, alguns países optaram por regulamentar a reprodução assistida através de legislações específicas ou guias de referência.
O objetivo deste trabalho é comparar as legislações ou guias de referências em reprodução humana assistida de diferentes países; mostrar as diferenças em relação às normatizações em TRA, levando em consideração aspectos sociais, financeiros, religiosos e culturais de nove países: Brasil, China, Egito, Índ...





Related documents