Colonização por candida no berçário Report as inadecuate




Colonização por candida no berçário - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Michael Mostert ; E. Jacqz-Aigrain ; Mauro Stronati ; Daniele Farina ;Jornal de Pediatria 2012, 88 3

Author: Paolo Manzoni

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=399738190001


Teaser



Jornal de Pediatria ISSN: 0021-7557 assessoria@jped.com.br Sociedade Brasileira de Pediatria Brasil Manzoni, Paolo; Mostert, Michael; Jacqz-Aigrain, E.; Stronati, Mauro; Farina, Daniele Colonização por Candida no berçário Jornal de Pediatria, vol.
88, núm.
3, mayo-junio, 2012, pp.
187-190 Sociedade Brasileira de Pediatria Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=399738190001 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 0021-7557-12-88-03-187 Jornal de Pediatria Editoriais Copyright © by Sociedade Brasileira de Pediatria Candida colonization in the nursery Colonização por Candida no berçário Paolo Manzoni1, Michael Mostert2, E.
Jacqz-Aigrain3, Mauro Stronati4, Daniele Farina1 N esta edição, Pinhat et al.1 relatam sobre um estudo de coorte no qual recém-nascidos prematuros de muito baixo peso foram submetidos a vigilância microbiológica estruturada, e descrevem o perfil e as características da colonização fúngica nas unidades de terapia intensiva neonatais (UTINs) e os fatores de risco associados a esses prematuros. por semana) para cada paciente apresentam maiores taxas de incidência de colonização do que as unidades que não seguem essa política.
Sabe-se ainda que nos recém-nascidos prematuros a colonização origina-se tanto de fonte adquirida (transmissão horizontal) quanto endógena, e também a partir de mães colonizadas (transmissão vertical).
Essas duas modalidades distintas de transmissão podem sobrepor-se ao longo do tempo, dificultando a determinação da origem e da frequência de colonização em ambientes de cuidados neonatais. A colonização fúngica (principalmente por Candida) ocorre com frequência em recém-nascidos prematuros e acarreta ...





Related documents