Mielolipoma gigante bilateral da glândula adrenal Report as inadecuate




Mielolipoma gigante bilateral da glândula adrenal - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Lílian de Carla Aguiar ; Vanderlei Ramos Gimenez ;Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial 2007, 43 4

Author: Gisele Alborghetti Nai

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=393541936008


Teaser



Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial ISSN: 1676-2444 jbpml@sbpc.org.br,adagmar.andriolo@g mail.com Sociedade Brasileira de Patologia Clínica-Medicina Laboratorial Brasil Alborghetti Nai, Gisele; de Carla Aguiar, Lílian; Ramos Gimenez, Vanderlei Mielolipoma gigante bilateral da glândula adrenal Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, vol.
43, núm.
4, agosto, 2007, pp. 265-268 Sociedade Brasileira de Patologia Clínica-Medicina Laboratorial Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=393541936008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto relato de caso case report J Bras Patol Med Lab • v.
43 • n.
4 • p.
265-268 • agosto 2007 Mielolipoma gigante bilateral da glândula adrenal Primeira submissão em 18-10-2006 Última submissão em 18-04-07 Aceito para publicação em 24-05-07 Publicado em 20-08-07 Bilateral giant adrenal myelolipoma Gisele Alborghetti Nai1; Lílian de Carla Aguiar2; Vanderlei Ramos Gimenez3 unitermos Mielolipoma Glândula adrenal Tumor lipomatoso resumo Mielolipomas são tumores benignos relativamente raros, freqüentemente associados à glândula adrenal. Geralmente são não-funcionantes, assintomáticos e medem menos de 5 cm.
Mielolipomas adrenais bilaterais e gigantes são raros.
Relatamos o primeiro caso de mielolipoma gigante bilateral da glândula adrenal da literatura latino-americana: paciente do sexo feminino, 57 anos, com queixa de dor no flanco esquerdo.
A tomografia computadorizada do abdome mostrou massas bilaterais da glândula adrenal, medindo a direita 9 x 7 x 6,5 cm e a esquerda 23 x 19 x 8 cm.
As massas eram radiologicamente consistentes com tecido adiposo.
O diagnóstico pré-operatório foi de lipossarco...





Related documents