Carta do editor Report as inadecuate




Carta do editor - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

História, Ciências, SaúdeManguinhos 2010, 17 1

Author: Jaime L. Benchimol

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=386138048001


Teaser



História, Ciências, Saúde - Manguinhos ISSN: 0104-5970 hscience@coc.fiocruz.br Fundação Oswaldo Cruz Brasil Benchimol, Jaime L. CARTA DO EDITOR História, Ciências, Saúde - Manguinhos, vol.
17, núm.
1, enero-marzo, 2010, pp.
7-8 Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=386138048001 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto CARTA DO EDITOR Caros leitores, Queremos dedicar esta edição de História, Ciências, Saúde – Manguinhos ao homem excepcional que acaba de falecer, José Ephim Mindlin, filho de imigrantes judeus vindos da Rússia, ex-jornalista, ex-advogado, empresário e fiel amante da cultura e dos livros. Temos uma razão ‘institucional’ para fazer essa homenagem.
Como membro do conselho da Fundação Vitae, Mindlin teve participação importante na aprovação de projetos do Museu da Vida, da Fundação Oswaldo Cruz, bem como de outros centros culturais ligados à ciência e tecnologia.
Mindlin era um dos raros exemplares de empresário que investia em educação e cultura, como fizeram e fazem os grandes magnatas anglo-saxônicos, cujos nomes e fortunas estão associados a universidades, museus e outras instituições de grande importância e prestígio.
Na sociedade agrocapitalista brasileira, o hábito de fazer isso foi e é raro – leiam o excelente estudo de Giselle Sanglard, Entre os salões e o laboratório: Guilherme Guinle, a saúde e a ciência no Rio de Janeiro, 1920-1940 (Rio de Janeiro, Editora Fiocruz, 2008).
Essa tradição tem sido incentivada há apenas década e meia pelas leis de incentivo à cultura, que permitem converter impostos devidos ao Estado em investimentos na área – muitas vezes ainda selecionados, infeli...





Related documents