Crítica aos atuais comitês de ética na pesquisa no brasil Report as inadecuate




Crítica aos atuais comitês de ética na pesquisa no brasil - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

História, Ciências, SaúdeManguinhos 2014, 21 1

Author: Luiz Antonio de Castro Santos

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=386134010026


Teaser



Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Sistema de Información Científica de Castro Santos, Luiz Antonio Crítica aos atuais comitês de ética na pesquisa no Brasil História, Ciências, Saúde - Manguinhos, vol.
21, núm.
1, enero-marzo, 2014, pp.
364-366 Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=386134010026 História, Ciências, Saúde - Manguinhos, ISSN (Versão impressa): 0104-5970 hscience@coc.fiocruz.br Fundação Oswaldo Cruz Brasil Como citar este artigo Número completo Mais informações do artigo Site da revista www.redalyc.org Projeto acadêmico não lucrativo, desenvolvido pela iniciativa Acesso Aberto Carta ao editor Crítica aos atuais comitês de ética na pesquisa no Brasil A critique of Brazil’s current research ethics committees Petrópolis, 29 de outubro de 2013. Prezados editores, A historiografia da saúde na América Latina, nos últimos decênios, passa necessariamente pelas páginas de História, Ciências, Saúde – Manguinhos.
Recentemente, passa também pelo espaço virtual dessa revista formidável.
Nesse sentido, creio que é alvissareira a iniciativa de seus editores: abrir-nos um espaço no blog sobre as questões ligadas aos chamados comitês de ética na pesquisa. Assistimos, até agora de modo um tanto hesitante e pouco combativo, ao predomínio crescente de instâncias burocráticas sobre a autonomia do pesquisador, a exemplo de demandas por montanhas de relatórios de “pesquisa” assim como de pressões produtivistas.
O modelito das ciências biomédicas tem gerado “efeitos não antecipados”, como ocorre com a epidemia de autorias múltiplas, em tudo idênticas, até no reduzido número das páginas dos artigos, ao que se verifica, tradicionalmente, na área experimental da medicina.
Ninguém quer condenar ninguém, mas é tempo de cautela. Exemplo recente, sem dúvida dos mais preocupantes, é a atuação do...





Related documents